Acesso ao banco de empregos

Setembro de 2014

Presidente da Sindigraf-SP: “Dez por cento do PIB para educação são fundamentais para o Brasil”

Fabio Arruda Mortara, presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo (Sindigraf-SP), salienta que o aumento de recursos para a educação, tema do primeiro embate entre Dilma Rousseff e Marina Silva, no debate que está sendo realizado nesta tarde de segunda-feira (1/09), é fundamental para resgatar a qualidade do ensino brasileiro.

“Seja com os recursos do pré-sal, como salientou a presidente e candidata do PT, seja com dinheiro de outras fontes, conforme colocou a representante do PSB, nós precisamos de um mínimo de 10% do PIB para melhorar a qualidade das escolas públicas”, afirma Mortara, ponderando: “O dinheiro, contudo, precisa ser aplicado com critério e foco, para que os resultados concretos sejam alcançados”.

A indústria gráfica, por meio de sua entidade nacional de representatividade, a Abigraf, foi o primeiro setor a propor a destinação de recursos equivalentes a 10% do PIB à educação. A proposta constou de documento oficial do Congresso Brasileiro da Indústria Gráfica, realizado em 2011, na cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná.
<< Voltar