Acesso ao banco de empregos

Falecimento de Luiz Metzler completa oito anos no dia 19 de julho

Artigo - 19/07/2018 - 08:24

Referência na indústria gráfica, o “sr. Metzler”, como era chamado, é lembrado até hoje com carinho e respeito pelo amor às artes gráficas e pela atuação decisiva em favor da indústria gráfica nacional

Em 2018, sua morte completa oito anos e a memória de Luiz Metzler está mais viva do que nunca. Unanimidade entre gráficos e pessoas ligadas ao ensino, o sr. Metzler está sendo lembrado e homenageado por dois eventos especiais ligados ao mercado gráfico. Um dos principais reconhecimentos ao sr. Metzler vem da Abigraf São Paulo: com regulamento exclusivo e diferenciado, o Prêmio Paulista de Excelência Gráfica Luiz Metzler terá sua primeira edição neste ano de 2018. Sidney Anversa Victor, presidente da regional São Paulo da Abigraf, explica “decidimos instituir um prêmio especial que receberá o nome de Luiz Metzler, relações públicas que fez história na Heidelberg e na indústria gráfica brasileira.”

Outro evento que marca o ramo gráfico é o aniversário de 20 anos da Heidelberg no Brasil. A empresa chegou ao país em 1998 e, ajudada pela atuação do sr. Metzler, tornou-se uma das principais parceiras dos empresários brasileiros do segmento. Alguns clientes relembram a figura do sr. Metzler com admiração, como Ricardo Hortencio da Cunha Ribeiro, da Gráfica Santa Marta, em João Pessoa, na Paraíba: “com o seu bom humor, disponibilidade e carisma, Sr. Metzler incentivou e influenciou o crescimento da Gráfica Santa Marta e o desenvolvimento da indústria gráfica no Brasil.”
Mas, de todas as lembranças que o sr. Metzler deixou, com certeza a que lhe daria mais satisfação é ser reconhecido pelo seu trabalho em orientar muitos jovens, alguns deles carentes, para o que mais amava: as artes gráficas. A Heidelberg de forma singela, porém não menos importante, homenageia o sr. Metzler todos os anos, juntamente com o SENAI Theobaldo de Nigris, com uma premiação para os dois melhores alunos do curso superior de artes gráficas, sendo um incentivo aos jovens que estão se preparando para o futuro do mercado gráfico. Manoel Manteigas de Oliveira, ex-Diretor da Escola SENAI Theobaldo De Nigris e Diretor técnico da Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica – ABTG, destaca esta faceta do sr. Metzler. “Tive a felicidade de conviver muito com Luiz Metzler. Quando o conheci eu era professor na Escola SENAI Theobaldo De Nigris. O que mais admirava nele era a extrema disposição para ajudar quem quer que fosse que tivesse a sorte de cruzar seu caminho. Luiz dedicava especial cuidado à educação. Transformou para melhor a vida de muitos jovens, com seus conselhos e orientações. Quantos excelentes profissionais chegaram à escola pelas mãos dele!”

Carlos Metzler conta sua experiência como “filho do sr. Metzler”: “em casa, as histórias do SENAI, Heidelboys (nome carinhoso dado aos jovens contratados para a equipe de vendas da Heidelberg), de inúmeros clientes espalhados pelo Brasil e América Latina que se tornaram amigos próximos, e de uma de suas criações preferidas, o Jograf – Jovens Gráficos (projeto que visava preparar herdeiros de gráficas para o comando de suas empresas garantindo sua continuidade através das gerações) eram assuntos marcantes todas as manhãs e noites durante as refeições em família. Mesmo oito anos após sua morte, encontros casuais com atuais fornecedores, vizinhos ou amigos que foram clientes, pupilos ou colegas do meu pai, ao descobrirem que sou ‘o filho do Sr. Metzler’ me abraçam com lágrimas nos olhos e contam suas memórias de bons tempos.”

Fonte: ED Dornelles Comunicação
Tags: abigraf-sp, premiações
<< Ver outras notícias